Brasil é o melhor time do mundo, diz Arnautovic
11/06/2018 13:47 em Copa do Mundo 2018

Após derrota por 3 a 0 em amistoso, atacante austríaco se rende ao talento do time de Tite, que para ele é favorito absoluto ao título na Rússia: "Serão os próximos campeões mundiais".

O atacante Marko Arnautovic, estrela da seleção austríaca, se declarou impressionado com o time de Tite após a derrota por 3 a 0, em amistoso no domingo (10/06) em Viena, e colocou o Brasil como favorito absoluto ao título na Copa da Rússia.

"Não preciso falar mais nada, jogamos contra o melhor time do mundo", afirmou o jogador do West Ham, que tem mais de 70 partidas pela seleção austríaca. "O Brasil tem um time impressionante, do número 1 ao 50. Até os que ficaram em casa teriam qualidade para jogar a Copa."

Por esse motivo, o principal jogador da Áustria não buscou justificativas depois da partida, a primeira derrota do seu time após sete vitórias seguidas – inclusive contra a Alemanha, atual campeã.

"Não precisamos analisar o que deu errado e o que deu certo. Eles [os brasileiros] serão os próximos campeões mundiais, pronto", avaliou.

Nesta segunda, a seleção de Tite chegou a Sochi para a Copa da Rússia. No dia 17 de junho, a equipe estreia no torneio contra a Suíça.

A vitória sobre a Áustria foi a 17ª da seleção brasileira sob o comando de Tite, que ainda acumula três empates e apenas uma derrota, para a Argentina, no ano passado.

Tite elogiou a evolução da seleção brasileira após a vitória sobre a Áustria e destacou o desempenho e a inteligência de Neymar dentro de campo.

"Eu não sei o limite do Neymar. A capacidade técnica e criativa dele é impressionante. Quando o acionamos no último terço do campo, ele é letal. Mas, ainda vai oscilar. Eu disse para ele: 'Abriu, finaliza'. Depois, fiquei com medo de algum problema muscular e fiz a substituição", explicou o treinador.

O atacante do Paris Saint-Germain foi o autor do segundo gol do Brasil, após deixar o zagueiro austríaco Dragovic caído sentado com um belo drible, antes de finalizar.

A expectativa da comissão técnica era de que Neymar não jogasse os 90 minutos do amistoso, mas ele acabou saindo apenas no final, aos 38 do segundo tempo. Apesar da vitória, o técnico não confirmou se vai repetir a equipe na estreia no Mundial, mas confessou estar orgulhoso dos jogadores.

"Na sexta, falo o time, agora estou na adrenalina. A derrota te ensina. Se a gente perde para a Áustria, teria uma desculpa. A concentração competitiva desses atletas é elogiável. Hoje essa equipe deu um exemplo de que está amadurecendo. Veio para um jogo de contato e teve um grande desempenho", afirmou.

Fonte DW

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PLANALTO MOVEFLEX