Renato: 'Ao me cortar, Telê tirou a chance de o Brasil ganhar a Copa'
16/05/2018 - 12h18 em Futebol

Em detalhes, o mais polêmico corte na história do futebol brasileiro. Renato Gaúcho jurou: se comandar o Brasil, cortes só em último caso

Foi o corte mais polêmico da história da Seleção.

Um churrasco regado a bebidas acabou com a chance real de o Brasil conquistar a Copa de 1986.

Os detalhes estão explicados de maneira explícita por Renato Gaúcho, como nunca foram.Amargo, como poucas vezes se viu, ele mostrou na entrevista, sua maior frustração na carreira. Ele tinha certeza de que poderia ter feito o Brasil campeão mundial no México.

"Eu havia sido o melhor jogador da Seleção nas Eliminatórias. Tinha 23 anos, estava voando fisicamente. O Brasil iria jogar no México ao meio-dia. O time já tinha algumas peças envelhecidas. Tinha certeza que seria muito importante", aposta Renato.

"O Telê Santana não me puniu. Puniu um país para manter a disciplina. Me cortou e, em seguida, perdeu o Leandro, que não foi à Copa, por solidariedade", diz.

"Se um dia eu chegar a comandar a Seleção, se um jogador exagerar na folga, vou punir. Mas terei bom senso. Não vou prejudicar o Brasil. Foi injusto o que aconteceu comigo. Faltavam seis meses para a Copa do Mundo. Estávamos há 30 dias trancados na Toca da Raposa. Ninguém sabe o que é isso", desabafa o técnico gremista.

Com o polêmico corte do atacante, Leandro, que foi carregado para a concentração por Renato, desistiu de ir para a Copa. Por solidariedade ao amigo. A Seleção perdeu a fortíssima ala direita. E mais, Telê perdeu o grupo. Os jogadores não concordaram com o rigor do treinador. O ambiente foi péssimo no Mundial do México. 

Logo após a eliminação nas quartas de final, vários jogadores se reuniram para comemorar o fim do ciclo de Telê Santana na Seleção. Na famosa noite de bebedeira com a presença de jornalistas, a ausência de Renato Gaúcho e Leandro foi lamentada.

"Telê foi injusto. E puniu o Brasil. Eu nunca faria o que ele fez..."

Fonte R7 Colunista Cosme Rímoli

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE